Pool FM

You Are Viewing

A Blog Post

89 POOL FM – Uma curta história

Tantos estilos de rádio já passaram pelo dial, uns permanecem, outros “Já vão tarde!” e pouquíssimos deixam saudades.
Uma Rádio que deixou saudade com seu estilo singular, foi a Pool FM, com duas curtíssimas e saudosas histórias pelo dial paulistano.
A Pool Fm, foi uma tentativa de se trazer o estilo musical dos club´s para o rádio, algum comum nos primórdios do FM, no final dos anos 70.
Se uma pessoa gosta de ir aos club´s ouvir estas músicas , porque não ouvi-las no FM ?
Esta era uma pergunta, para se propor o estilo a ser adotado em uma nova emissora a ser instalada no dial paulistano.
Para contar um pouco desta história, não dos bastidores, porque eu escrevo , como um fã-ouvinte e com detalhes apenas das boas lembranças que tenho da Pool FM, tenho que voltar um pouco no tempo mais precisamente 2 anos antes.
Era o ano de 1982, a Rádio Bandeirantes FM 96,1, há pouco tempo, começava a transmitir em estéreo e já modificava sua programação, que antes era exclusivamente de MPB.
Aos poucos incluia no playlist, músicas internacionais, preferencialmente, a Black Music Americana.
Começam a dar novamente espaço para programas de DJ´s, coisa que havia desaparecido com o fim da Disco. Estes novos deejays vinham, a sua maioria de Clubs da periferia de São Paulo, fugindo um pouco do famoso eixo das Discotecas dos Jardins (bairro nobre da cidade).
Foi nesta época, que São Paulo, começava a conhecer DJ´s de casas noturnas, tais como, Toco, Contra-Mão, Rapshody, Tio Sam, Emerald Hill, Sunshine, Broadway, entre tantas outras.
Os programas viraram sucesso na emissora, que começa a investir neste segmento e estes deejays começaram a virar ídolos de uma nova geração.
Iraí Campos, Carmo Crunfli, Grego, Greguinho, Toni, Silvio Muller, Ricardo Guedes são alguns dos nomes que me vêem a lembrança.
O sucesso da Black Music na Bandeirantes, começa a incomodar a concorrência, que não aceita que aquele tipo de segmentação se tornar um sucesso perante o grande público.
Isto seria impossível ! Só um estilo musical conseguir tanta repercussão na mídia ?
Sim, o fato é que em 1984 a Bandeirantes FM alcançou o primeiro lugar no Ibope.
Qual foi o fator determinante para isso ? As músicas, os DJ´s, os locutorers ?
Foi por este sucesso que naquele mesmo ano surgia a Pool Fm.
“Surupiando” quase toda a equipe da Bandeirantes FM, a Pool Fm iria recriar o mesmo estilo, só que em outra freqüência.
Mudaram de casa, César Filho, Edmir Rabello, Pablo Garcia, com a inclusão de João Carlos (Joca) e todos coordenados por Julinho Mazzei, retornando ao Brasil e fazendo sua estréia como locutor de horário ao vivo.
Assim, estava formado o primeiro time de grandes locutores da nova casa, mais uma dezena de DJ´s e suas casas noturnas, que também se debandaram para a Pool FM, estava nascendo uma nova rádio e um novo estilo.
Literalmente nascendo, pois a freqüência de 89,1 mhz que a Pool Fm se instalou, não existia até aquele momento. Bem ao lado em 88,9mhz ficava a Rádio Cultura (Fundação Padre Anchieta), que num acordo, transferiu-se para os fundões do dial (Sim, 103,3 mhz em 1984 era os fundões, lá era o velho oeste naqueles tempos, não existia nenhuma emissora depois da Imprensa 102,5).
Oficialmente a emissora é uma concessão do município de Osasco, na região da Grande São Paulo, mas por força de brechas na lei, pode instalar estúdios, transmissores e antena na cidade de São Paulo.
Acredito ter sido o primeiro caso de uma situação que hoje é corriqueira no FM.
Dia 12 de outubro de 1984, começava oficialmente as transmissões da Pool FM, com um grande estardalhaço nos meios de comunicação, Outdoors espalhados pela cidade e comerciais na TV.
(A foto ilustrativa é o anúncio veiculado na Revista SomTrês de Outubro de 1984 e não jan/85, como circula na internet)
Concorrente direta da Bandeirantes FM, que mesmo esvaziada, continuava a manter sua linha de programação, a Pool FM em pouco tempo começou a se tornar a rádio referência do público jovem.
Mas infelizmente , isto não se transformava em publicidade e não gerava faturamento suficiente.
Quando a Pool Fm, surgiu , o Brasil já respirava um evento que iria abalar a mídia e todas as programações de rádio. O Rock In Rio.
É certo falar também que a “New Wave” já ajudava na modificação do estilo de música que os jovens ouviam.
Tudo junto : New Wave, a explosão do Novo Rock Brasileiro, as Danceterias de Shows ao Vivo e para fechar com chave de ouro o prórpio Rock in Rio.
Em janeiro de 1985 , era só o que se falava, Rockinrio pra cá, Rockinrio prá lá e a Dance Music ficava relegada a segundo, terceiro plano nas preferências do público.
Por sugestão dos deejays, a Pool FM, entrou nesta história, apresentando a sua versão para os fatos.
Começava a onda de remixes nacionais. Remix do Kiko Zambiachi, Remix do Kid Abelha, Remix do Barão Vermelho, Remix do Paralamas do Sucesso, até chegar ao topo com o Remix de Loiras Geladas do RPM, produzido pelo DJ Grego tendo como auxiliares Julinho Mazzei e Iraí encomendado pela gravadora do grupo e para ser lançado comercialmente.
É como se a Pool Fm, falasse para seu público : “Vocês querem Rock, então está aqui minha versão para o Rock”
Com tudo isso, os deejays, tornaram-se produtores musicais, as vendas de discos de Bandas até então desconhecidas fizeram milionários seus empresários.
E para a Pool Fm ? Como se canta em “Parabéns a Você” – Para a Pool FM NADA ! Nada mesmo !
Ao completar 1 ano de vida, foi isso que o mercado publicitário cantou para a rádio.
A audiência era ingrata com a rádio, com um ano a rádio não conseguia deslanchar, foi quando, a direção da rádio, resolveu chamar um novo coordenador com a incumbência de transformar o faturamento da rádio em lucro.
A Rádio é arredada ao Grupo Jornal do Brasil, dono da Rádio Cidade.
A primeira providência retirar o Pool do nome , já que limitava as chances de se conseguir outros patrocinadores do mesmo ramo de atividade, passou a ser apenas 89 FM.
No mês de novembro de 1985 , a Pool FM encerrava sua gloriosa participação no dial paulistano.
Deixando uma legião de saudosos fãs, ela está de volta há 11 anos, agora pela internet e para todo o mundo.
Texto de Humberto Jen
3 Comments
  • José Reinaldo on 6 de outubro de 2013

    Show de programação, parabéns…

  • Aluízio Dangl Jr. on 18 de maio de 2014

    A Rádio Pool retornou em 1995, mas infelizmente também ficou pouco tempo no ar.

  • gattuprettu on 13 de abril de 2016

    So algumas observaçoes…a Bandeirantes nao era exclusivamente mpb,tocava a mesma programaçao que as radios convencionais e muito country.A Pool FM ja incluia rock em sua programaçao principalmente com bandas q ainda nem tinham estourado nas paradas ex. U2,Smiths,Nik Kershaw,Siouxsie,Go West alem de produzir remixes nacionais…tanto q o maior sucesso foi os remixes de Oculos do Paralamas e Amante profissional do Herva Doce,isto muito antes do oficial Loiras geladas do RPM

Leave a Reply